sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Agradecimentos, novas possibilidades, até breve e outras coisas mais...

Quero aqui agradecer a todos os usuários do Blog pela presença, carinho e comentários. Chegou o momento de minha vida que é necessário ir para outros lados, outros desafios, outros caminhos.

Este fim de ano está realmente MUITO corrido. 

Organizando a Clínica para começar os atendimentos no ano que vem, quase sempre paro para pensar no que escrever para o blog.

Acho que estou vivendo uma ressaca de escrever pré-mestrado.

Dizem que a vida é outra nesta fase. Dizem que uma vez no mestrado não há vida alguma, há, no entanto um texto, livros, poeiras, e o único sinal de vida que podemos encontrar nestes momentos é a alergia aos ácaros que insistem em estar presentes.

Bom, ano que vem, como sempre, é um novo ano, mais uma vez um ano novo. Só que diferente dos outros, estarei no mestrado na UEM. Minha vida estará bipartida entre Maringá e Londrina. Meu coração, no entanto, estará onde minha noiva estiver.

Por favor, não pensem que irei desativar o Blog. Isto nem de longe, nem de inconsciente, e muito menos de pertinho tem passado por minha cabeça. Ao contrério, irei manter isso aqui sem culpa alguma. Virou um prazer escrever aqui. Não penso mais o blog como divulgação do meu trabalho, ou como propaganda, ou como ferramenta para ganhar dinheiro (ganhei 50 centavos em 3 anos de blog rsrsrsrs). Isto aqui virou uma parte de mim.

Gosto de escrever desde criancinha. Quando não podia escrever, ditava e minha mãe escrevia por mim. As vezes ainda me lembro de tudo aquilo, e fico pensando, será que não posso ditar minha tese e ela escrever? Acho que não.

É hora de assumir as consequencias de minhas atitudes, de meus desejos, e acima de tudo, de minha vida. Querida mamãe, querido papai, obrigado por me trazerem até aqui. Depois de algum tempo na terapia, um grande abraço a quem me atendeu, compreendeu, e acima de tudo, fez com que eu me estranhasse e assim, entrasse em contato com minhas entranhas psíquicas e descobrisse um mundo de possibilidades a minha frente.

Algumas possibilidades no entanto ficarão para sempre em potencia. Não ganharei na loteria tao cedo, afinal não jogo. Não serei jogador famoso de futebol, afinal também não jogo. Não serei um homem pássaro, pois não tenho asas. Nunca vou conseguir voar como os pássaros, nunca poderei ir morar embaixo do mar, nunca, nunca, não, não... O processo de castração que a gente passa na análise pode parecer ridículo para quem esta fora, mas é muito sofrido perceber que sou humano e que minhas possibilidades enquanto ser humano são ridiculamentes pequenas, limitadas, mas acima de tudo muito, muito, muito interessantes.

Uma das possibilidades é o mestrado, o atendimento clínico, família, casamento, família ainda maior, depois quem sabe, ser professor. As possibilidades do humano pela primeira vez começam a me atrair, justo no momento em que minhas possibilidades imaginárias infantis começaram a ceder.

A vida meus amigos não se reiventa, porém ela NOS reinventa a cada momento.

Neste momento de reiventar-me, de bancar minha existencia diante de meus desejos, quero deixar um grande abraço a todos que me acolheram, que entraram no blog e que me deram força até agora. Porém mais um pedido, gostaria de continuar contando com cada um de vocês, afinal de conta, enquanto houver vida, há possibilidades, e quero que nestas diversas possibilidades que a condição humana nos proporciona, vocês continuem comigo, para sempre, ou até quando o tempo nos permitir.

Um grande abraço a todos, peço paciencia a quem lia com frequencia o blog e não encontra mais textos tão "meus" quanto antigamente, mas como já havia dito anteriormente, o blog está de cara nova. Muito menos meu e muito mais nosso. 

Até breve.

0 Clique aqui para comentários: :

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Grants For Single Moms