terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Se estás buscando a Igreja de Cristo - Fulton Sheen‏


Colaborando com o Blog. Padre Fiori mandou-me este texto - Um abraço de muitas saudades.

               Não existem muitas pessoas que odeiem a Igreja Católica. No entanto, há milhões de pessoas que odeiam o que erroneamente crêem que a Igreja Católica seja.Isto certamente é uma coisa totalmente diferente. Dificilmente se pode culpar essas milhões de pessoas por odiar o católico crendo - como crêem - que os católicos "adoram imagens"; que "colocam a Virgem no mesmo nível de Deus"; que "dizem que as
indulgências são permissões para se cometer pecados"; ou "porque o Papa é um facista"; ou porque a Igreja "defende o capitalismo". Se a Igreja ensinasse ou praticasse qualquer destas coisas, deveria ser odiada por justa razão.
  
               Porém, a verdade é que a Igreja não ensina nem crê em nenhuma destas coisas. Disto, se constata que o ódio de milhões é dirigido contra um conceito errôneo da Igreja e não ao que a Igreja verdadeiramente é. De fato, se nós, católicos, crêssemos em todas as mentiras e falsidades que dizem sobre a Igreja, muito provavelmente odiaríamos a Igreja mil vezes mais do que odeiam essas milhões de pessoas mal informadas.
 
               Se eu hoje não fosse católico e estivesse em busca da verdadeira  Igreja, buscaria uma Igreja que não se desse bem com o mundo. Em outras palavras, buscaria uma Igreja que o mundo odiasse. É que se Cristo estivesse em alguma das igrejas de hoje em dia, deveria ser odiado tanto quanto foi quando habitou carnalmente sobre a terra. Se encontrasses Cristo em alguma igreja hoje, O encontrarias numa igreja que não se desse bem com o mundo... 

               Procure a igreja que é odiada pelo mundo, assim como Cristo foi odiado pelo mundo. Procure uma igreja que seja acusada de estar ultrapassada, assim como Nosso Senhor foi acusado de ser ignorante e sem instrução.Procure uma igreja que os homens desprezem por ser socialmente inferior, assim como desprezaram Nosso Senhor por ter nascido em Nazaré.Procure uma igreja que é acusada de ser endemoniada, assim como Nosso Senhor foi acusado de estar possuído por Belzebu, o príncipe dos demônios.
 
               Procure uma igreja que o mundo rejeite porque afirma ser infalível, assim como Pilatos rejeitou Jesus porque Ele declarou ser a encarnação da Verdade.Procure uma igreja que, entre a confusa selva de opiniões contraditórias, seja amada por seus membros, assim como amam a Cristo,e respeitam sua voz, assim como respeitam a voz de seu Fundador.Assim aumentarão as tuas suspeitas de que esta Igreja não condiz com o espírito do mundo e isso deve ser porque não é mundana; e se não é mundada é porque não é deste mundo; e por não ser deste mundo, lhe cabe ser infinitamente odiada e infinitamente amada, como ocorre com o próprio Cristo.A Igreja Católica é a única Igreja que atualmente pode traçar sua História até os dias de Cristo. A evidência histórica é tão clara neste aspecto, que resulta curioso ver tanta gente não estar a par de algo tão óbvio! 

Nota:

Acho que este artigo reflete bem a diferença que existe dentro do que as pessoas imaginam, ou ainda "alucinam" como diria Lacan, e do que na verdade as coisas são. A Igreja Católica, penso eu, é muito criticada até mesmo internamente quando as pessoas falam sem saber, porque um dia foi-lhes passado erroneamente não a doutrina sã - como dizem os santos padres - mas a doutrina imaginada por um humano qualquer que fala sobre ela.

Para saber na fonte o que a igreja diz sobre as coisas existe o Catecismo da Igreja Católica. Acho que todos os católicos deveriam, assim como a Bíblia Sagrada, ter um exemplar em casa. Mais que uma consulta, ele pode servir de guia nas difíceis decisões de nossas vidas.

Um grande abraço ao Padre Fiori. Muito querido por mim e por muitas pessoas neste mundão de meu Deus.

2 Clique aqui para comentários: :

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Grants For Single Moms