sábado, 21 de fevereiro de 2009

MUDOU? MUDOU MESMO?

As mudanças são nas pequenas atitudes, as vezes mudamos a vontade, as vezes mudamos a forma de pensar, as vezes pioramos em alguns aspectos e melhoramos em outros, as vezes somente pioramos, as vezes é nescessário dar um basta e ter a coragem de começar outra vez.

Quando nos prendemos em mudar algo, vamos por exemplo, mudar uma atitude, pegaremos aqui uma coisa simples.

Uma pessoa tem o péssimo hábito de falar palavrões, não como a maioria de nós que solta um ou outro de vez em quando, mas peguemos alguém que não se pode suportar ouvir a sua voz de tanto xingamentos que sai de uma boca só.

Esta pessoa ao se apegar na mudança, estará "contando" cada vez que deixa de dizer um palavrão, as vezes passa dias sem dizer palavrões e até esquece "se acostuma" em não falar palavrões. No entando um dia algo dá errado, e os palavrões recomeçam. Algumas pessoas até mesmo o censuram dizendo que não se pode conversar com ele pois este só diz palavrões e n]ao traz nada de agradavel aos assuntos discutidos.

Nosso amigo então se ira ainda mais, afinal foram tantos dias (contados a dedos por ele) sem dizer um só minimo palavrão e ninguém notou?

Não, não é que ninguém tenha percebido, mas é que muitas vezes reparamos apenas no "anormal" se é que há algo que seja normal entre todos os seres humanos, rs.

O pré-conceito de que aquele rapaz só falava palavrões fica marcado, não somente nele, mas também em todos os outros que sempre o ouviram.

A evolução do homem não é linear, é um vai e vêm constante, nunca parados, as vezes dois passos para traz e um para frente, as vezes dois para frente e nenhum para traz, mas aí vem trez para o lado...

O importante mesmo, é a cada dia deixar-se levar por algo maior, algo que o faça não dizer palavrões, algo que o faça não cometer os mesmos atos, um sentido diferente.

Ver a vida com outros olhos, é o pricipio para viver diferente, embora não devamos nos fitar nas metas apenas, devemos deseja-la acima de tudo, mas também aproveitar o caminho, aproveitar cada passo.

Penso que se quiser-mos uma mudança, é nescessário reconhecer-mos que precisamos mudar, é nescessário uma abertura de horizontes, no qual enxerguemos outros caminhos, outras oportunidades, as vezes até mesmo para um mesmo fim, mas há fins que não há outros caminhos há apenas um.

Muitas pessoas que tem dependencia química, poderiam se livrar da dependência de forma mais humana, mais simples porém não menos dificil para quem luta contra os vícios, se houvesse uma abertura de horizontes, uma mudança de vida a partir do levantar, das amizades, dos lugares frequentados, as vezes embora pareça radical, e sim o é mesmo, não quer dizer que seja pior ou melhor, mas é um caminho.

Mudar um hábito exige as vezes esforço sobre humano, as vezes é nescessário mesmo um milagre, mas as vezes apenas uma vontade esclarecida, uma motivação por algo ainda maior e melhor que aquele hábito que queremos largar já nos leva a grandes mudanças.

0 Clique aqui para comentários: :

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Grants For Single Moms