segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

O PROBLEMA

Boa tarde meus queridos blogespectadores. A repercussão está indo de vento em popa. Meu blog parece até mesmo um barzinho novo recém inaugurado. Estou ficando orgulhoso. RSRSRS

Bom, continuando o Post anterior, neste aqui eu quero tratar sobre o como ver os atos dos outros em especial a linguagem.

O PROBLEMA maior é que somos seres sociais, e isso por si só já nos trouxe (e continua trazendo) uma série de indagações sobre como se portar, como conviver, como ser em sociedade.

Uma pessoa é uma pessoa, dentro de um grupo de genitores biológicos, essa pessoa faz parte de uma família, fora da família esta pessoa tem alguns amigos (deveria pelo menos, ao menos um para funcionar o esqueminha aqui representado), com os amigos esta pessoa forma um outro grupo, pequeno, grande ou um grupo sertanejo de dois, tanto faz. Sabemos que para que tivessem essas duas pessoas (não irmãos) seriam nescessários quatro pessoas para gerar essas duas, duas do nosso sujeito principal nós já abordamos, e agora mais duas, os genitores do amigo (amiga, amigos, amigas, namorada, namorado, enfim...). Só nesta brincadeira, o nosso sujeito já está em contato com 3 grupos distintos, embora mesclados, distintos.

Em cada grupo há uma linguagem específica, uma maneira especial de se passar uma mensagem, de se comunicar. Para um grupo o sarcasmo é a figura de linguagem mais empregada nos diálogos enquanto para um outro grupo a metáfora é mais utilizado, e assim por diante.

Temos uma microsociedade.

Grupos que se comunicam, que entendem e se fazem entender.

Será mesmo?

Não. É isso aí meus amigos, como no natal, em que recebemos algo que para um era a nossa cara mas para nós não passava de lixo, nossas mensagens são no mínimo ambíguas, dúbias, dignas da famosa pergunta "o que você quer dizer com isso?"

Meus queridos leitores, se vocês já chegaram até aqui é que o texto deve estar no mínimo satisfatório, que bom, comentem pois preciso ver o que vocês querem que eu aborde daqui para frente.

Aos que leram até aqui e pensam que está faltando algo, sim vocês estão cobertos de razão, falta um fim, uma conclusão, um algo. O que eu quero dizer com isso? Muito simples, vocês serão obrigados a entrar no blog de novo para conferir o resto do texto amanhã ou depois.

Mais uma vez obrigado pela audiência e até mais tarde.

ps: Vamos a La Playa amanha cedinho... ainda não comprei o protetor pois estou procurando um que venha com repelente de mosquitos, muriçocas, trombadinhas, bala perdida, criança no sinal... Algúem sabe de tem protetor havaina de Pau?

1 Clique aqui para comentários: :

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Grants For Single Moms